09 abril, 2012

Cinema e conscientização ambiental.

Há  algum tempo que as animações estão vindo com contexto social de ensinar o cuidado com o meio ambiente para a criançada.  "O Lorax: Em Busca da Trúfula Perdida" é um exemplo claríssimo desse tema.

O longa consegue cativar até os adultos que forem levar os pequenos ao cinema devido ao roteiro bem resolvido somado a personagens carismáticos e divertidos, boas cançoes e à beleza da computação gráfica. Razões para a animação ter ficado duas semanas seguidas no topo das bilheterias dos EUA. 


É impressionante como as crianças ficam envolvidas com o filme e até mesmo é possível ouvir alguns adultos cantarolando refrão de algumas canções na saída do cinema.


Apesar do nome estranho, o filme sabe muito bem a que veio. Sem papas na língua, o longa  não poupa esforços para ironizar os atuais costumes da sociedade capitalista e suas consequências para o meio ambiente. 

A trama gira em torno do garoto Ted Wiggins e sua incansável tentativa de se relacionar com Audrey. O cenário é uma cidade de plástico e um mundo onde as árvores foram extintas. Ted descobre, então, que sua maior chance de impressionar a garota é dando a ela uma árvore viva.

A partir daí, Ted viaja por histórias do passado onde descobre o que aconteceu com as árvores do mundo e tenta resolver o problema.

Embora não seja o protagonista, a escolha de O Lorax para o título resume a lição de moral do longa. A bigoduda criatura alaranjada nada mais é do que um protetor da natureza. E evoca, a todo o momento a importância de cuidar e conviver bem com a fauna e a flora. Cheio da graça, ele consegue facilmente cativar o público e fazer com que sua causa seja abraçada.
  
Seguindo um costume que aos poucos vira tradição, O Lorax não é uma animação exclusiva para os pequenos. Na verdade, a espinha dorsal da história gira muito mais em torno de problemas da vida cotidiana adulta como, por exemplo, questões relacionadas ao consumo e ao meio ambiente. 

Se o discurso é para conscientizar os adultos sobre a temática ambiental, a fofura do filme tem a missão de agarrar a atenção das crianças com o uso do maior número de cores possíveis, tornando a animação graficamente impecável. 

Enfim, o longa vale o ingresso por ser divertido e com certeza agradará pais e crianças que forem assistir, mas principalmente se faz valer na conscientização ambiental que é o foco do filme e faz bem o serviço ao mostrar boas idéias de preservação da natureza.


Assista o Trailer

O filme "Lorax" é baseado no livro de mesmo nome, do norte-americano Theodor Seuss Geisel (1904-1991). Uma primeira adaptação da obra estreou nos anos 70, na TV.


Textos retirados das Fontes..
Blog Coelho

Nenhum comentário: